Tudo pode ser um talvez.

É tantos talvez que a gente mesmo se pergunta se valerá a pena insistir. Porque talvez pode dar certo, talvez não. Esse tal amor platônico é pior elemento da face da terra. Nós permite ter dúvidas cruéis sobre tudo que está relacionado. Por tanto o amor platônico não é somente um amor com ausência de relacionamento físico, mas também com a ausência de certeza que talvez você nunca obtenha.

Você começa a idealizar algo que não seja seu, algo irrelevante que a outra parte não saiba ou nem a conheça. A tese do grande filosofo Platão significa que o amor motivado por uma profunda admiração pelos dotes intelectuais e morais de uma pessoa e não pelo seu aspecto físico. E discordar dele seria um equívoco. É só passar um carinha na rua ou em qualquer lugar que você esteja que você já coloca o tal num pedestal. De repente começa a pensar só nele, e seus pensamentos se tornam tão obsessivos que tudo que faz te lembra-o.

Caso seja um amor platônico por um ídolo na qual você idolatra, caia na real. As chances são de uma em um bilhão. E se for o garoto da escola? Talvez não seja aquele amor impossível, que até suas próprias amigas dirão que nunca daria certo. Ir atrás daquilo que lhe fará feliz é a melhor coisa, antes de tudo tenta racionalizar e faça uma pergunta a você mesmo. “Onde que esse sentimento vai me levar”? E se for à distância? Faça para si a mesma pergunta. Se for a sua felicidade, quebre barreiras, enfrente tudo na sua frente de cabeça erguida. Se dará certo ou não é um risco a correr, mas será bem melhor do que não tentar!

Talvez não seja nada disso! Pode ser que esse grande amor que você tem como ideal seja por uma pessoa que você deseja ter uma amizade pura, um amor muito forte por alguém que nunca viu e você só não colocou os pensamentos e sentimentos na mesma vibração.
O grande problema é que a grande maioria só pensa negativo. Possui diferentes fantasias na cabeça, mas ainda com o pensamento de receio, se perguntando ou lamentando algo que ainda nem se sabe ao certo.

Será que a palavra talvez seja a minha palavra? Ou um incentivo para você dizer "Eu vou lutar"; "Eu vou desistir" Talvez dependa só de você! Talvez a culpa nem seja do talvez e sim de você.

 Este post foi escrito por mim e a cópia ou recriação dele é visto como crime de violação de direitos autorais. Código Penal Brasileiro e na lei 9610/98. Compartilhar é proibido sem dar os devidos créditos.

Autoria de Yanca Romano!
Post dedicado à um alguém especial.

                                               
                                                Me encontrei nas redes sociais.
                         FACEBOOK | INSTAGRAM | YOUTUBE | TWITTER | TUMBLR
Imagem e vídeo pela hospedagem PhotoBucket


2 Comentários

  1. Me identifique muito com o texto. Conseguiu escrever tudo que sinto. Amei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que legal! Obrigado por ler, viu? ♡

      Excluir

Faça um comentário!
Sua participação é muito importante pra mim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...